Skip Navigation LinksMinha namorada é desorganizada financeiramente. Devo me preocupar com esse hábito dela?

Estou namorando há cerca de um ano. Combino bastante com minha namorada, mas em uma área sou completamente diferente dela. Sou bem controlado com minhas finanças e ela, ao contrário, é bem desorganizada. Ela ganha bem, mas não consegue economizar nada. Nos últimos dois meses a situação parece ter piorado. Ela disse que não conseguiu, nestes dois últimos meses, pagar o total da fatura do cartão de crédito. Isso me deixou desorientado, pois temos muitos planos para o futuro e já falamos em casamento. Mas por causa desta questão financeira chego até a pensar em terminar o nosso relacionamento. O que devo fazer? 

                                                       Antônio / Conselheiro Lafaiete – MG


Antônio, em qualquer relacionamento, sempre teremos algumas diferenças com nosso parceiro. Nunca iremos encontrar alguém que seja exatamente igual a nós. Inclusive, acho que seria muito chato se fosse assim. Temos, então, que aprender a conviver com as diferenças, que acontecem, também, no campo financeiro. Por isso, o fato de sua companheira ser diferente de você, na forma de lidar com o dinheiro, não significa que o relacionamento de vocês esteja destinado ao fracasso.

É importante ressaltar que o diálogo, principalmente, sobre as questões financeiras é um ingrediente que não pode faltar nos relacionamentos. O casal não deve ter medo de conversar sobre dinheiro. Dialogando você pode tentar mostrar para sua namorada que ela precisa melhorar os hábitos financeiros, inclusive, destacando a importância disso para o futuro do relacionamento. A sua ajuda pode ser fundamental para que ela possa equilibrar melhor suas finanças.

Mostre a ela como você se organiza e, se possível, busque outros exemplos com pessoas organizadas financeiramente. Porém, não tenha a pretensão de que sua namorada vá adquirir o mesmo grau de organização que você. Será importante que você aprenda a conviver com alguém menos organizado. Saiba, também, que as mudanças podem não acontecer da noite para o dia, pois, adquirir novos hábitos financeiros demanda um certo tempo.

Uma forma interessante de abordar esse assunto é traçar planos para o futuro. Se você acredita na continuidade do relacionamento, que tal começar a planejar os próximos passos? Se vocês pretendem viver juntos precisam conversar sobre dinheiro. Afinal, vocês vão precisar pagar algumas contas.

Estabelecer o orçamento do casal pode ser a primeira tarefa. Se antes do relacionamento, vocês viviam sem um orçamento individual, essa é mais uma razão para a elaboração de um planejamento financeiro. Anteriormente, qualquer problema era individual, ou seja, cada um pagava por seus erros e acertos nas decisões financeiras, só que agora cada decisão afetará a vida de duas pessoas.

Nessa fase de planejamento, vocês devem relacionar quais serão as despesas em comum e individuais do casal, ou seja, gastos com moradia, alimentação, transporte, vestuário, educação, saúde, lazer e viagens.

É importante salientar que algumas despesas podem crescer nessa nova fase. Por exemplo, mesmo que vocês passem a morar no apartamento de um dos dois, algumas despesas permanecem constantes como aluguel e condomínio, mas outras tendem a aumentar como luz, telefone e água, pois agora serão mais pessoas consumindo esses serviços.

Para ajudar nessa organização das despesas, vocês podem optar por fazer três orçamentos: um para as despesas em comum e os outros dois para cada uma das despesas individuais. Essa alternativa é interessante para aqueles que querem preservar um pouco mais sua individualidade, inclusive a financeira.

Também é muito importante que vocês coloquem alguns sonhos do casal no seu planejamento financeiro. Caso desejem, por exemplo, fazer uma grande viagem, quanto mais cedo começarem os preparativos, mais fácil será alcançar esse objetivo.

Para finalizar, é importante definir o papel de cada um nesse processo, inclusive com relação à contribuição financeira. Nesse momento, será possível mostrar para sua namorada a importância do controle e do planejamento financeiro.

Crie bons hábitos em 2015. Invista em sua educação financeira.

A sua pergunta pode ser a próxima a ser respondida pelo consultor. Participe! Envie sua dúvida para  educacao.financeira@mercantil.com.br .

Compartilhar: