Skip Navigation LinksSobre o Mercado de Ações

​O que são ações?

Ação é um “pedacinho” de uma empresa. Com um ou mais pedacinhos da empresa, você se torna sócio dela. Sendo mais formal, podemos definir ações como títulos nominativos negociáveis que representam, para quem as possui, uma fração do capital social de uma empresa.

Quais são os tipos de ações?

As ações podem ser:

Ordinárias (ON): que concedem o direito de voto nas assembleias da empresa.

Preferenciais (PN): que oferecem preferência no recebimento de resultados ou no reembolso do capital, em caso de liquidação da companhia. Entretanto, as ações preferenciais não concedem o direito de voto, ou o restringem.

As ações também podem ser diferenciadas por classes: A, B, C ou alguma outra letra que apareça após o "ON" ou o "PN". As características de cada classe são estabelecidas pela empresa emissora da ação, em seu estatuto social. Essas diferenças variam de empresa para empresa, portanto, não é possível fazer uma definição geral das classes de ações.

​Como as ações são negociadas?

Você, na qualidade de investidor, transmite sua ordem de compra ou venda de ações para a corretora da qual é cliente. A corretora, por meio de seus operadores, lança a ordem no E-Puma, o sistema eletrônico de negociação da BM&FBovespa. Caso haja uma outra de mesmo valor, no sentido contrário, o negócio é fechado na hora.

Como é formado o preço de uma ação?

O preço da ação é formado pelos investidores do mercado que, dando ordens de compra ou venda de ações às corretoras das quais são clientes, estabelecem o fluxo de oferta e procura de cada papel, fazendo com que se estabeleça o preço justo da ação. A maior ou menor oferta/ procura por determinada ação, que influencia o processo de valorização ou desvalorização de uma ação, está relacionada ao comportamento histórico dos preços e principalmente às perspectivas futuras de desempenho da empresa emissora da ação. Tais perspectivas podem ser influenciadas por notícias sobre o mercado no qual a empresa atua, divulgação do balanço da empresa (com dados favoráveis ou desfavoráveis), notícias sobre fusão de companhias, mudanças tecnológicas e muitas outras que possam afetar o desempenho da empresa emissora da ação.

Existe um prazo mínimo para se ficar com uma ação?

Não há prazo mínimo nem máximo para se manter uma ação. Se desejar, você pode vender a ação no mesmo dia em que a comprou, realizando um day trade.

O que é day trade?

Fazer um day trade significa comprar e vender, no mesmo dia, a mesma quantidade de títulos de uma empresa, utilizando para isso a mesma corretora e também o mesmo agente de compensação. Exemplo: você compra ou vende um certo número de ações por um preço, acompanha a variação da cotação daquele papel ao longo do dia e inverte a posição vendendo ou comprando no mesmo dia. E a diferença do preço de compra para o preço de venda, multiplicado pela quantidade das ações (considerando também as taxas da operação e os impostos), é o resultado do day trade.

O que são as corretoras?

São instituições que compram e vendem ações para você. As corretoras constituem instituições financeiras que atuam na BM&FBovespa, sendo credenciadas pelo Banco Central, pela CVM e pelas própria BM&FBovespa, e estão habilitadas, entre outras atividades, a negociar valores mobiliários com exclusividade no sistema eletrônico da BM&FBovespa.

Como posso investir em ações?

Você deve procurar uma Corretora de Valores. As corretoras e outros intermediários financeiros dispõem de profissionais voltados à análise de mercado, de setores e de companhias, e com eles você poderá se informar sobre o momento certo de comprar e vender determinadas ações para obter melhores resultados.

Além disso, você pode investir por meio de Fundos de Ações, administrados por um banco ou mesmo por uma corretora, sendo que as decisões em relação a quando e em quais ações investir, nesse caso, são tomadas pelo banco ou corretora. 

O que é Home Broker?

É o processo que permite a negociação de ações via Internet. O Home Broker está interligado ao sistema de negociação da BM&FBovespa e permite que você envie ordens de compra e venda de ações por meio do site de sua corretora na Internet.

Como posso negociar ações via Internet?

É necessário que você seja cliente de uma corretora que disponha do sistema Home Broker, o qual permite a negociação de ações via Internet.

O que são dividendos?

Quando uma empresa vai bem, ela divide os lucros com quem tem suas ações. Isso são os dividendos. Ou seja, os dividendos correspondem à parcela de lucro distribuída aos acionistas, na proporção da quantidade de ações detida, apurado ao fim de cada exercício social. A companhia deve distribuir, no mínimo, 25% de seu lucro líquido ajustado.

Como a empresa distribui os dividendos?

Os dividendos podem chegar ao investidor de duas maneiras:

1. O pagamento de dividendos dos acionistas que detêm ações no livro de registros da empresa é realizado diretamente pela empresa aos acionistas por meio de crédito em conta-corrente ou disponibilizado no caixa do banco da empresa, mediante apresentação de documentos.

2. Para aqueles que têm suas ações custodiadas na CBLC, os valores são repassados pela empresa a CBLC que os repassa para os Agentes de Custódia, responsáveis pelo repasse do pagamento aos acionistas.

Informe-se consultando sempre os comunicados emitidos pelas companhias listadas na ocasião da aprovação da distribuição dos dividendos. 

O que é subscrição?

A subscrição é um aumento de capital deliberado por uma empresa, com o lançamento de novas ações, para obtenção de recursos. Os acionistas da empresa têm preferência na compra dessas novas ações emitidas pela companhia, na proporção que lhe couber, pelo preço e no prazo preestabelecidos pela empresa. Essa preferência detida pelos acionistas é chamada de Direito de Subscrição. O Direito de Subscrição é um ativo negociado no pregão da BM&FBovespa, no decorrer do prazo preestabelecido para o exercício do Direito de Subscrição. Transcorrido o prazo, o ativo deixa de existir.


Compartilhar: